Buscar
  • Hever da Silva Nogueira

O TRATAMENTO


O TRATAMENTO

Sonhei que havia morrido...

E, nas Pompas que ocorreram,

Foram meus entes queridos,

Aqueles que, mais sofreram.

Lamentei pelo momento,

Sem poder mudar o fato,

Pois, parti pro firmamento,

Quase que, de imediato.

Ao chegar, eu fui levado

A encher um “catatal”,

Para ser reiniciado

Na Loja Celestial.

A um Templo, fui conduzido,

Tendo os olhos bem abertos,

Fiquei pasmo, aturdido,

Quando vi os dois Expertos.

Eram Jesus e João

Que, de pronto, me telharam.

Segurando a minha mão,

Com presteza, me levaram

Colocado no Oriente

Senti-me mais inquieto...

O Venerável presente

Era o Grande Arquiteto.

Eu O tratei com respeito,

Chamando-O de Soberano,

Mas, Ele, como muito jeito.

Disse-me, então, “que era engano”.

Fiquei até ansioso,

E, então, O tratei de Eminente!

“Nem me chame Poderoso”,

Respondeu-me sorridente.

“Na Loja do Firmamento,

A humildade é bem sagrado

E o nosso tratamento

É somente Irmão Amado”.

De repente, eu acordei,

E me encontrava absorto.

À realidade, voltei...

Que pena, não estar morto.

Acadêmico Ir.: Hever da Silva Nogueira – Cadeira nº 13 – Patrono : Ir.: Kurt Prober.

Este poema faz parte do livro "A Arte Real em Poesias".

#Jesus #joão #morte #experto #GADU #GrandeArquiteto #humildade #Irmão

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

O IDEAL QUE GEROU A AMLES

O IDEAL QUE GEROU A AMLES Em cinco de julho do “anno Domini de mil novecentos e noventa (1990), às dezenove horas (19:00) sob a Proteção do Grande Arquiteto do Universo e inspiração de Tiradentes”, co

ELDCON CONTABILIDADE ENEAS
Gavi
Centro Nutrologia e Nutrição