Irmão Carlos Cezar Gonçalves da Rocha

DISCURSO DE POSSE

 

Sempre tive, como princípios norteadores da minha jornada existencial, valores e virtudes que foram cultivados, desde os primórdios da minha infância pelos meus pais que, exemplos de vida, calcaram a trajetória dos meus rumos a serem vividos na sementeira do bem. A eles meu agradecimento, reconhecimento e orgulho.

Cresci.  Socialmente, transformei-me. Fiz amigos. Construí vínculos. Alicercei afetos. Cultivei laços. Culturalmente, aperfeiçoei-me. Estabeleci metas. Estruturas lógicas, modificaram-se. Pensamentos foram recodificados, resignificados.  Vivi e vivenciei experiências.  À vida, minha expressão máxima do viver com a fé dos que acreditam na possibilidade de ser melhor.

Da vida, tornei-me aprendiz. Pela vida, aconteceram tropeços, quedas, desencontros, e, principalmente, encontros. Constituí família a qual tem para mim o grande significado do amor, do apoio, da paciência, da entrega. À minha família, meu bem maior de doação.

Com o viver, conheci a Deus e Dele, sempre e mais me aproximo e no entrelaçar invisível de sentimentos e emoções, aprendi a Nele confiar, cultivar e semear esperanças de futuro melhor, promissor, enriquecido pela Sua graça plena de sabedoria e luz. À Deus, toda a minha eterna gratidão pelas bênçãos que recebo.

E, eis-me aqui. Irmão de Maçonaria! Unidos pelos propósitos, princípios, testemunhos, juramentos e  promessas de sermos fortes, no espírito de luta pacífica; coesos, na solidariedade caridosa do amparo e acolhimento; firmes, na humildade que nos humaniza e que arrebata de nós a pretensa ilusão da utópica superioridade existencial.

 

Hoje, assumo tão elevada distinção sem a vaidade dos vencedores, mas com a alma imaculada, agradecida e impregnada de reconhecimento a cada um de vocês pela confiança em mim depositada. Ao receber tão gratificante honraria, reafirmo meu compromisso maior com a minha comunhão com Deus que me permite a retidão do caráter e a consciência liberta de atos espúrios à dignidade da vida.

 

Pretendo exercer tão nobre missão, suplicando a Ele, meu Deus, coragem ao desafio, isenção dos preconceitos; inspiração nas decisões, serenidade nas atitudes e coerência nas ações.

 Meus amigos, a presença de vocês nessa solenidade de posse em que desempenho o papel de premiado, para mim significa acolhimento às expectativas que me estremecem de júbilo.  A presença de vocês é o meu presente, que se eternizará nas minhas lembranças e recordações. Recebam o meu agradecimento.

Ao meu antecessor, meu reconhecimento e admiração. Suas lições e exemplos farão parte do meu aprendizado nessa nova etapa que se delineia no meu horizonte. Não ocuparei o seu lugar. O meu será outro, no mesmo espaço. Na galeria dos ilustres, sua foto e seu nome farão mérito à sua presença e dará mais brilho aos imortais.

Rogo a Deus, ao Grande Arquiteto do Universo, a inspiração divina para pautar o meu mandato como o mensageiro da harmonia e o portador de grandes e promissoras realizações de exemplos.

Que sejamos essência!

Que sejamos abençoados!

Que sejamos PAZ!