Buscar

O IDEAL QUE GEROU A AMLES

O IDEAL QUE GEROU A AMLES Em cinco de julho do “anno Domini de mil novecentos e noventa (1990), às dezenove horas (19:00) sob a Proteção do Grande Arquiteto do Universo e inspiração de Tiradentes”, conforme registrou, na Ata de Fundação, o Acadêmico Secretário – Ir.: Alfredo Pacheco Barroca – os Maçons que subscreveram o documento, atendendo ao convite que lhes foi feito, reuniram-se para deliberarem sobre a Fundação de uma Academia de Letras Maçônica, na cidade de Vitória- ES. Que ideais teriam induzido aos Irmãos, para fundarem uma Academia Maçônica de Letras no Espirito Santo? Que motivos levaram aquela plêiade de Irmãos entusiastas a tomarem tal iniciativa? É bem verdade que o Estatuto o